terça-feira, 28 de abril de 2020

Para fazer o retrato de um pássaro

Um poema de Jacques Prévert


Ouvir ler

Experimentar formas de ler: oferece outros ritmos outras entoações à leitura deste poema. Podes tentar seguir o vídeo com a tua voz. Para isso desativa o som
Finalmente, se puderes e quiseres, grava a tua voz [no telemóvel dos teus pais ou no computador], e ouve o resultado. Ensaiar a leitura, lendo para um gravador, pode ser divertido e ajuda a encontrar a melhor forma de dizer um poema ou um texto.

Como deves ter percebido, pelo nome do autor, este poema não foi escrito [originalmente] em portuguêsfoi escrito em francês. 
Se tiveres curiosidade em ouvir como é dito, na língua que o criou, podes ouvi-lo na voz de Serge Reggiani cantor e ator francês Quem sabe, talvez queiras experimentar dar à tua leituraum modo de ler parecido. Em português, claro! - Mas se fores estudante de francês e quiseres saber como está a tua fala nesta língua, tens aqui um ótimo um desafio.

Recriar noutras escritas: reescreve o poema com outros motivos, escolhendo outros cenários. Por Exemplo:
Para fazer o retrato de um cão
Pintar primeiro a casota
... ... ... ... ... ...

Se escolheres este motivo, tens de prestar atenção ao cenário: não vais pintá-la numa floresta, pois não? Nem colocá-la no ramo de uma árvore! Depois há imensas coisas que se aplicam aos pássaros mas não fazem sentido para os cães.
Precisas, talvez, antes de te aventurares na escrita, de investigar modos de vida de um e outro. Por exemplo: o pássaro "canta" e o cão ladra, o pássaro tem penas e o cão pêlo... e a lista de diferenças contínua.






Sem comentários:

Publicar um comentário